Group of friends drinking Group of friends drinking

Vinhos para celebrar a primavera

min de leitura

É hora da chegada de novas frutas e legumes, e de saborear pratos mais frescos e leves na melhor companhia.


Publicado em 14-Abr-2023 por José Miguel Dentinho, jornalista

É difícil não gostar da primavera, a estação do ano em que os campos começam a estar floridos e verdes e os dias ficam mais claros, longos e quentes, convidando a sair de casa para usufruir do bom tempo. E eu não resisto a dar mais umas caminhadas, nem que seja para ver outra vez os meus recantos de Lisboa, subir mais uma das suas colinas, parar na esplanada de um dos seus restaurantes, snack-bares ou tascos e beber um copo de vinho branco na companhia de um pastel ou de uma patanisca de bacalhau ou um tinto com uma bifana bem temperada. Sempre devagar, porque é assim que se saboreiam as boas coisas da vida.

É também hora de ir de novo à praia da Costa ao fim de semana, agora apenas para caminhar ao longo da linha de mar enquanto o sol não aquece o suficiente o tempo. À saída, algumas horas depois, é tempo de ir comer os primeiros peixes grelhados, ou um pica-pau, na esplanada da minha praia, na companhia de um vinho rosé, e ficar por ali a olhar, de longe, o movimento das pessoas na praia e das ondas a bater na areia. Sabe bem.

Mas também gosto de ir comer uma boa dose de choco frito na Trafaria, com vinho rosé ou branco, ou peixe grelhado por mãos sábias em Setúbal, na companhia de rosé ou tinto da região, se houver na carta.

A chegada da primavera traz-nos sempre um novo leque de opções à mesa, com a chegada dos frutos, legumes e flores da época. Ainda há pouco tempo saboreei um delicioso carapau marinado na companhia de salada de fruta (maçã e manga) e de um espumante da Bairrada com muita personalidade, que ficaria também bem com um branco fino e fresco, com alguma untuosidade, que será também boa parceria, e porque não, de salmão grelhado na frigideira, com pele, na companhia de cuscuz mesclado com tomate e coentros finamente cortados, e curgetes e espargos verdes. É uma receita bem saborosa que vi o Jamie Oliver fazer online e repeti em casa com sucesso.

Como a primavera me lembra, também, os aromas que saem da carne a grelhar no carvão, e me leva a ter vontade de sair para comer secretos, tirinhas, lagartos de porco, posta e costeleta de vitela e costeletas, sempre com batatas fritas e esparregado ou feijão-verde salteado, sugiro aqui também um tinto, entre as opções abaixo para as comidas que estão a chegar na primavera, incluindo alguns pratos de massas, saladas e de peixe grelhado.

Espumante Elpídeo

Produtor: Caves S. Domingos
Castas: Baga e Sauvignon Blanc
Ano de colheita: 2016
Tempo de estágio em garrafa: 48 meses

Espumante da Bairrada de bolha muito fina e cor citrina com um toque rosa. No seu aroma contido e fresco, salientam-se notas de pão branco e de forno de lenha. A boca é fresca e elegante, com acidez, num vinho com boa mousse e final médio com persistência de notas citrinas a lembrar limão e toranja. Como estamos a começar uma época em que apetece mais petiscar, sugiro a companhia de moxama de atum polvilhada com orégãos e um fio de azeite, biqueirões de vinagrete, salmão fumado com alcaparras, sapateira ou santola recheada, tostas ou pão torrado. E de amigos, como é evidente. Sirva-o a 6-8 ºC.

Vinhos para celebrar a primavera | Unibanco

1298617017

Branco Comenda de Ansemil 2022

Produtor: Quinta da Comenda
Castas: Arinto, Cerceal e D. Branca
Ano de colheita: 2022

Há imenso tempo que não apreciava um branco de Lafões, pequena região quase esquecida do interior norte do país, que se destaca pelos seus vinhos elegantes e delicados, como este. No seu aroma contido destacam-se notas de lima, limão, mas também de cidreira e erva-príncipe. Na boca, é fresco e elegante, muito equilibrado, com um final longo e agradável. Um vinho que ficará bem com uma salada de frango com rúcula e nozes, uma pizza em que o queijo se saliente, ou ostras abertas ao natural, por exemplo. Sirva-o a 10-12 ºC.

Vinhos para celebrar a primavera | Unibanco

1472468053

Quinta do Convento Reserva

Produtor: Quinta do Convento de S. Pedro das Águias
Castas: Rabigato, Viosinho, Gouveio e Arinto
Ano de colheita: Vinho branco do Douro produzido com uvas de castas tradicionais, em que se salientam notas citrinas a lembrar limão, laranja madura e palha seca. Boca fresca, longa e persistente. Um vinho para a companhia de pratos de peixe e marisco que ficará bem com perceves cozidos ou ceviche de peixe branco com abacate, por exemplo. Servir a 12 ºC.

Vinhos para celebrar a primavera | Unibanco

Vinhos para celebrar a primavera | Unibanco

Só Vinha Rosé

Produtor: Bruno Antunes
Castas: Petit Syrah e Touriga Nacional
Ano de colheita: 2022

Um vinho rosé produzido no Alentejo fresco, aromático, no qual se salientam notas de fruta preta e vermelha, uma boca harmoniosa e equilibrada e um final longo. Um belo rosé para as comidas do tempo quente, que ficará bem com escabeche de petingas com xarém ou batata cozida e quaisquer peixes fritos com arroz de tomate, por exemplo. Servir a 12-14 ºC.

Vinhos para celebrar a primavera | Unibanco

Vinhos para celebrar a primavera | Unibanco

Quinta das Bágeiras Garrafeira

Produtor: Quinta das Bágeiras
Casta: Baga
Ano de colheita: 2018

Vinho tinto bairradino de aroma contido, com nota de amora e frutos silvestres, caixa de charutos e pederneira. Boca fresca e elegante, harmoniosa e equilibrada, com estrutura de tanino fino bem integrado e um final longo com alguma persistência. Um vinho para a companhia de carnes grelhadas, que fez grande companhia às tirinhas de porco preto num dos meus sítios favoritos para grelhados de Lisboa. Mas também será boa companhia para pratos mais estruturados como uma boa feijoada transmontana ou cozido de grão. Servir a 18 ºC no copo.

Vinhos para celebrar a primavera | Unibanco

Vinhos para celebrar a primavera | Unibanco

Por C-Studio / Cofina Media

Club7, mais do que um clube

Club7, mais do que um clube

Carolina Melo Duarte e Bruno Nunes contam como foi transformar um santuário de bem-estar em algo ainda mais completo e único.