Vinhos de John Malkovich chegam a Portugal Vinhos de John Malkovich chegam a Portugal

Vinhos de John Malkovich chegam a Portugal

Vinhos de John Malkovich chegam a Portugal

Malkovich somou a produção de vinhos à sua longa lista de talentos. Sob o nome Les Quelles de la Coste, chegaram agora a uma garrafeira perto de si.


Publicado em 30-Set-2020

Escondido entre as Côtes du Rhône (a norte) e as Côtes de Provence (a sul), o Luberon oferece uma das paisagens mais bonitas de França, entre campos de vinha e de lavanda. Foi aqui que Malkovich e a companheira, Nicoletta Peyran, escolheram viver por volta dos anos 1990, porque não queriam educar os filhos numa grande cidade. Mais tarde, já neste milénio – e muito por influência de Nicoletta, cuja ascendência francesa e italiana a empurravam mais para estas coisas – decidiram então usar metade dos 10 hectares da propriedade para plantar vinhas e produzir vinho. A ideia inicial era fazer apenas vinho para consumo próprio, mas depois deixaram o resto do mundo partilhar esse prazer. Nasceu assim o LQLC, de Les Quelles de la Coste homenagem à casa, Les Quelles, e a Lacoste, a pequena aldeia onde está situada.

Vinhos de John Malkovich chegam a Portugal | Unibanco

Malkovich juntava assim, à sua já longa lista de ocupações – restauração, (foi um dos sócios da Bica do Sapato), designer de moda, produtor de cinema, realizador, e obviamente ator, a de viticultor.

Para acompanhar diariamente o processo, o casal contratou um par de consultores, incluindo o responsável pelo projeto vínico de Sting, em Itália, mas nem Malkovich, nem Nicole (que também é realizadora) cederam o controlo criativo do projeto, que mantem um cunho marcadamente pessoal: os lotes finais do blend são sempre escolhidos por ambos.

Malkovich disse recentemente numa entrevista à Decanter, durante a apresentação da LQLC em Inglaterra, “não sou enólogo, mas sei provar e sei do que gosto”.

E também sabe desenhar, porque os rótulos são de sua autoria.

Esse cunho pessoal está bem evidente desde o primeiro momento, notavelmente quando optaram por plantar Cabernet Sauvignon e Pinot Noir, em vez das mais comuns Syrah, e Grenache Noir. Em França, mais do que em Portugal, cada região tem as suas castas de eleição e é quase um sacrilégio sair dessa tradição. Pode até ser proibido, como no caso da Borgonha, onde só se pode utilizar Pinot Noir e Garmay.

Vinhos de John Malkovich chegam a Portugal | Unibanco

 “Não gosto do perfil do Syrah” disse Malkovich na mesma entrevista. “Prefiro o estilo do Cabernet”, que tem mais corpo e mais taninos. Esta é a casta de Bordéus por excelência, mas na Provence é menosprezada. Para equilibrar o Cabernet, o ator escolheu Pinot Noir, com menos taninos e uma cor mais clara, mas com uma riqueza e uma complexidade enorme de aromas – e logo depois, veio a descobrir que esta até tinha sido a casta de eleição da região, em tempos pré filoxéricos.

Foi por esta união de estilos inusitada que se apaixonou Nádia Moreira, da também debutante distribuidora Unlock Wines. A prova aconteceu na Alemanha, mas de regresso a Portugal percebeu que era impossível encontrar estes vinhos por cá e, tal como releva o nome e o objetivo da distribuidora, fez questão de os trazer para o nosso país, de que Malkovich é um confesso admirador reconheça-se. Já por cá viveu e atuou, muito tempo antes de ter virado moda entre celebridades estrangeiras.

Quem quiser repetir a experiência de Nádia, em Lisboa, pode dirigir-se à Garrafeira Imperial, que tem à prova duas das referências LQLC durante esta semana e, na quinta-feira organiza mais duas provas (entre as 19 e as 20h00) com todos os vinhos LQLC. Entre tintos e rosés, temos:

Vinhos de John Malkovich chegam a Portugal | Unibanco

LQLC Rosé 2019, por 15,50 euros. Les 7 Quelles, um blend de Pinot Noir (65%) e Cabernet (35%) por 15,50 euros também. Dois monovarietais LQLC Cabernet Sauvignon 2015 e LQLC Pinot Noir 2014, ambos por 29 euros. E o topo de gama, Les 14 Quelles 2017, o mesmo blend mas com as castas invertidas e vantagem para o Cabernet. Preço 61 euros.

Por C-Studio / Cofina Media