Sabores de outono em boa companhia Sabores de outono em boa companhia

Sabores de outono em boa companhia

Aprecie os pratos da época com vinhos brancos elegantes com um pouco mais de corpo e tintos com alguma textura e estrutura.


Publicado em 19-Nov-2021 por José Miguel Dentinho, jornalista

Eu associo o outono à chegada dos marmelos e das castanhas, às primeiras tangerinas, laranjas, tângeras e clementinas, às uvas de mesa e romãs e, é claro, às maçãs e peras, amêndoas e nozes.

Os primeiros são boas companhias para assados no forno, que cá em casa gostamos de comer a partir dos primeiros dias de frio, com um pouco de batata-doce. Estou mesmo à espera que cheguem para preparar uma posta de vitela assada no forno longamente a baixa temperatura, ou língua de vaca estufada no tacho com cenouras e cebolinha e um toque de cravinho. Neste caso, na companhia de puré de batata, ou, porque não, puré de castanhas temperado, no final, com um toque de vinho do Porto.

Depois também é tempo de cogumelos. Silarcas com alho e ovos mexidos, um petisco que vale sempre a pena saborear no Alentejo, cogumelos-de-paris apenas fritos com azeite, alho e piripíri fresco, porcini ligeiramente fritos em azeite com bacon fumado, manjericão e parmesão em cima de um belo esparguete. São algumas das coisas que apetece fazer no outono, porque risotto é quase sempre.

Todos os frutos de outono podem ser componentes que dão cor e sabores variados às saladas, que são sempre essenciais nas dietas mais saudáveis, e ingredientes apetitosos de bolos e doces, como a torta de laranja ou a tarte ou crumble de maçã, que gostamos de consumir cá em casa.

Há muito mais comeres que sabem melhor a partir da altura em que começa a estar frio. Mas não são os vinhos mais jovens, pujantes de aromas e sabores, que constituem a melhor companhia para as comidas saborosas e reconfortantes da época. São brancos frescos e elegantes, para acompanhar as saladas e pratos de peixe, tintos com alguma textura e estrutura, para equilibrar os sabores de forno e do tacho, e generosos para os bolos e doces.

Aveleda Loureiro & Alvarinho

Produtor: Aveleda
Casta: Loureiro e Alvarinho
Ano de colheita: 2020

Um branco da região dos Vinhos Verdes fino e elegante, com aromas em que se salientam as notas de flores brancas, citrinas e de fruta de caroço com algum fruto tropical e uma boca equilibrada, longa e fresca, com uma estrutura sedosa.

Um vinho para a companhia de muitos momentos à mesa, que ficará certamente bem com pratos de massa e saladas de frango, peixe e marisco, pratos de bacalhau assado no forno, alguns queijos, presunto serrano e cecina (presunto de bovino). Sirva-o a 10-12 ºC no copo

Sabores de outono em boa companhia | Unibanco

Sabores de outono em boa companhia | Unibanco

Regateiro Raízes da Família Branco

Produtor: Lusovini
Casta: Arinto
Ano de colheita: 2015

Vinho de aroma intenso e profundo, no qual se salientam notas citrinas com um toque de alfarroba, algum doce de alperce e um toque de pão no final. Na boca, onde é elegante e tem corpo, é muito longo e persistente, com notas alimonadas.

Um vinho com personalidade, que vale sempre a pena beber, agora ou durante mais alguns anos, se guardado em boas condições de temperatura e humidade, na companhia de pratos de carnes brancas, como um arroz de pato ou de frango, saladas, peixes grelhados e queijos e enchidos, por exemplo. Sirva-o a 12 ºC no copo.

Sabores de outono em boa companhia | Unibanco

Sabores de outono em boa companhia | Unibanco

Peculiar Mangancha Tinto

Produtor: ACV Vinhos de Talha
Casta: Aragonez e Trincadeira
Ano de colheita: 2017

Vinho de aroma em que se salientam notas de frutos vermelhos, tijolo e pedra húmida, mas também caixa de charutos e café. Mostra estrutura na boca, mas também elegância, e um final longo e persistente com notas de fruta doce.

Um tinto que fica certamente bem com queijos secos, ovos com farinheira, migas com carne de alguidar, feijoada de lebre, perna de porco assada no forno, etc. Servir a 16 ºC no copo.

Sabores de outono em boa companhia | Unibanco

Sabores de outono em boa companhia | Unibanco

Casa Ermelinda Freitas Carménère Reserva

Produtor: Casa Ermelinda Freitas Vinhos
Casta: Carménère
Ano de colheita: 2017

Vinho de aroma intenso, com notas de fruta preta e vermelha, algum pimento verde e terra molhada. Na boca é elegante, suave, com alguma estrutura de tanino fino, e um final longo com notas de compotas de frutos pretos. Um vinho para a companhia de pratos de carne, como assados e estufados no forno, um belo guisado de borrego, um caril goês, um goulash húngaro ou uma tajine (ensopado marroquino) de carne. Sirva-o a 18 ºC no copo.

Sabores de outono em boa companhia | Unibanco

Sabores de outono em boa companhia | Unibanco

Por C-Studio / Cofina Media