Vinhos para comemorar o Dia do Pai Vinhos para comemorar o Dia do Pai

Vinhos para comemorar o Dia do Pai

min de leitura

É bom estar à mesa na companhia da família, com comida saborosa e o vinho apropriado.


Publicado em 16-Mar-2022 por José Miguel Dentinho, jornalista

Acho que toda a gente gosta de ser mimada. Pelo menos de vez em quando. Apesar de habitualmente não ligar muito aos dias comemorativos seja do que for, eles existem, sobretudo para não nos esquecermos das pessoas, coisas ou datas que merecem estar na nossa memória. Com o passar dos anos fui gostando cada vez mais daqueles que são dedicados a mim, sobretudo porque constituem sempre uma boa ocasião para ouvir coisas boas, sobretudo da minha mulher e dos meus filhos no Dia do Pai, mas também da família e dos amigos, no dia de aniversário.

Como o Dia do Pai se comemora, por cá, a 19 de março, por razões que têm a ver com o calendário religioso cristão, e como estou a escrever este texto com base naquilo com que gosto de ser mimado à mesa, decidi sugerir, para os pais que, como eu, apreciam os sabores da carne neste dia especial, a companhia de uma seleção de alguns dos vinhos tintos que me deram prazer nos tempos mais recentes. Servidos à temperatura e no copo certos, serão sempre boas companhias para grelhados de carne, como secretos ou tirinhas de porco preto com batatas bem fritas, e grelos cozidos ou salteados para companhia. Mais umas azeitonas britadas antes, e um queijo seco de cabra ou ovelha depois, na companhia de umas fatias de pão alentejano, algarvio ou de Anteporta, são mais que suficientes para me sentir feliz no almoço do Dia do Pai, sobretudo se isso se passar numa esplanada qualquer de beira do campo, na companhia dos meus filhos.

É claro que há muito mais coisas de carne que me dariam prazer à mesa no Dia do Pai, na companhia dos vinhos que sugiro abaixo. A primeira que me veio à cabeça foi o arroz de fumeiro que comi num jantar recente no Restaurante Carvalho, de Chaves, na companhia de posta de carne barrosã, e não consegui parar de repetir. Mas também podem ser umas costeletas de borrego fritas ou grelhadas, um cabritinho assado com batatas e arroz de forno, desde que seja realmente bem feito, carne de alguidar com migas ou mesmo uma picanha mal passada na companhia de feijão-preto com entrecosto fumado e um pouco de chouriço, farinha de pau e couves salteadas. Mas o mais importante é que a comida seja saborosa, que o vinho melhore ainda mais a sua capacidade de nos proporcionar prazer e que a conversa seja boa e agradável, como deve acontecer todas as vezes que pais e filhos se juntam à mesa.

Guadelim Grande Reserva

Produtor: Sul Estoril
Castas: Alfrocheiro, Alicante Bouschet, Aragonês e Tinta Caiada
Ano de colheita: 2014

Tinto alentejano de cor granada opaca e aroma intenso a fruta madura e especiarias, com um toque de madeira. A boca é muito harmoniosa e bem estruturada, com um final longo e persistente. Um vinho que se pode beber agora ou durante muitos mais anos, com pratos de carnes vermelhas e caça. Sugiro uma feijoada de lebre. Servir a 16-18 ºC no copo.

Vinhos para comemorar o Dia do Pai | Unibanco

Vinhos para comemorar o Dia do Pai | Unibanco

Sonhador Tinto 2018

Produtor: Howard’s Folly
Castas: Vinhas Velhas, Alicante Bouschet, Trincadeira e Aragonês
Ano de colheita: 2018

Vinho de aroma intenso, com notas de fruta preta e silvestre, cacau e caixa de tabaco. Na boca, tem estrutura, mas também frescura, num tinto de final longo e persistente, com notas de ameixa preta e caixa de tabaco. Um belo vinho para acompanhar costeletas de borrego fritas ou grelhadas, na companhia de batatas fritas e legumes salteados, que ficará bem com quase todas as carnes vermelhas grelhadas, assadas ou guisadas. Servir a 18 ºC no copo.

Vinhos para comemorar o Dia do Pai | Unibanco

Vinhos para comemorar o Dia do Pai | Unibanco

Adão António Aguiar Reserva Colheita

Produtor: Adão & Filhos
Castas: mistura de castas, Touriga Nacional, Touriga Fêmea e Sousão
Ano de colheita: 2016

No aroma contido deste vinho duriense, salientam-se notas de fruta silvestre, azeitona e pimenta-branca, e também madeira. Na boca, tem corpo e estrutura de taninos finos, mas é também elegante e tem final longo e persistente, ainda com notas de fruta. Servir a 16-18 ºC na companhia de uma posta de carne mirandesa ou barrosã grelhada no ponto, esparregado de grelos e batata cozida e grelhada no carvão. Um vinho para a companhia das carnes vermelhas, que ficará certamente bem com cabrito ou borrego assados no forno.

Vinhos para comemorar o Dia do Pai | Unibanco

Vinhos para comemorar o Dia do Pai | Unibanco

Quinta de S. Sebastião Tinto

Produtor: Multiwines
Castas: Touriga Nacional e Tinta Roriz
Ano de colheita: 2019

Vinho da Região de Lisboa, com cor rubi e aroma contido, como habitual, em que se salientam as notas de esteva e de frutos silvestres e de madeira de estágio. É fresco na boca, onde tem estrutura e final longo e persistente, com notas de bosque. Um vinho que deve ser servido entre os 16 e os 18 ºC no copo, na companhia de um cozido ou de uma boa feijoada, que ficará bem com carnes vermelhas assadas no forno.

Vinhos para comemorar o Dia do Pai | Unibanco

Vinhos para comemorar o Dia do Pai | Unibanco

Por C-Studio / Cofina Media

André Leonardo, o homem que faz acontecer

André Leonardo, o homem que faz acontecer

André Leonardo é um açoriano que deu a volta ao mundo à procura de histórias inspiradoras. Deu literalmente a volta ao mundo e tem muito para contar.
Ouvir