Os restaurantes que tem de conhecer este outono Os restaurantes que tem de conhecer este outono

Os restaurantes que tem de conhecer este outono

min de leitura

Os novos restaurantes em Lisboa, Porto e arredores que tem mesmo de conhecer este outono. Comida de conforto para dias chuvosos.


Publicado em 21-Out-2022

Longe vão os tempos em que os restaurantes eram sempre os mesmos. Hoje, pelo contrário, torna-se difícil acompanhar todas as aberturas, mas é por isso que aqui estamos, para trazer todas as novidades que melhor rimam com esta estação que, como sabemos, pede comida mais aconchegante.

No final, não se esqueça de pagar a conta com o cartão Unibanco Atitude, e usufruir automaticamente de 20 a 50 dias de crédito sem juros: Mas voltemos às novidades, começando – e fechando – com duas opções onde os vegetais brilham mais alto.

O Jardim do Sr. Lisboa

Os restaurantes que tem de conhecer este outono | Unibanco

No Jardim do Sr. Lisboa, mandam os vegetais, quem diria. Mas atenção, porque não se trata de um restaurante vegetariano, apenas um lugar onde estes deixam de ser um mero acompanhamento e passam a personagem principal. Será mais flexitariano, e acaba de chegar a um lugar – fica ali para os lados de São Bento – mais conhecido pelos belos bifes. Com a criatividade em alta até no português – da ementa constam pratos como Venham mais cinco, mas não paga o Zeca (croquetes de beringela com molho de gemas e whiskey) ou Tomatas-me (peixe da lota em salmoura, com texturas de tomate e flores do Jardim) −, é um bonito lugar, verde e agradável, com gastronomia à altura.

Al Mare, Porto

Os restaurantes que tem de conhecer este outono | Unibanco

Trata-se do mais recente restaurante do grupo Cafeína e, como o nome sugere, é de comida italiana que falamos, mas com foco nos produtos que nos chegam do mar. Nem de propósito, o Al Mare fica na avenida D. Carlos I, no Jardim do Passeio Alegre, bem de frente para onde o Douro encontra o Atlântico. Temos assim umas ostras especiais da Ilha dos Puxadoiros (na ria de Aveiro), uns linguine com molho carbonara, robalo, mexilhões, lulinhas e ovas de salmão, ou um camarão tigre flamejado com arroz de amêijoas e coentros. Ainda assim, quem vai à procura de pizzas também não sairá defraudado.

Pica Pau, Lisboa

Os restaurantes que tem de conhecer este outono | Unibanco

No Pica Pau, servem comida tradicional portuguesa, sem twists. Será quase como um contrassenso numa Lisboa – ainda por cima no coração do Príncipe Real – virada para tudo o que é moderno e internacional. Iscas de cebolada, polvo à lagareiro, bitoques ou farófias, tudo servido em loiça de barro e fiéis ao receituário. Como também se vê pela fotografia de grupo deste artigo. Pouca criatividade, mas muita técnica (com mestria do chef Luís Gaspar, ex-Sala de Corte) e qualidade do produto. Lisboa bem precisava de um espaço assim.

KUG Flores, Porto

Depois do sucesso do espaço perto do Palácio de Cristal, o KUG – significa Kitchen & Urban Garden − abriu agora em plena Rua das Flores, no coração da Baixa, num espaço cheio de recantos, jardins interiores, esplanadas, miradouro e sala de refeições. Logo à entrada, funciona um wine bar, repleto de referências a copo, muitas de pequenos produtores, de todas as regiões do país. Do menu, com assinatura estrelada de Rui Paula, sobressaem os hambúrgueres de lavagante e de wagyu, mas também o bacalhau com xerém de amêijoa, a cevadinha de cogumelos (vegetariana) ou o lombinho de vitela. Há igualmente a opção de brunch, todos os dias.

Animal, Lisboa

Os restaurantes que tem de conhecer este outono | Unibanco

Localizado num dos mais bonitos hotéis a abrir em Lisboa, o Hotel Hotel (com repetição), o Animal oferece uma espécie de oásis no centro da cidade.  A oferta gastronómica é variada para nos permitir viajar de um ceviche de peixe, maracujá e abacate para um risotto de lima com carabineiro, ou de uma burrata com texturas de beterraba para um pato confitado, groselha e massa chitarra, e há ainda um sushi bar para quem preferir. À mesa, a comida divide atenções com a esplanada, uma selva urbana com direito a piscina própria, e as obras de arte na parede, como um néon de Wasted Rita, que nos recorda como “A fancy ass pretentious meal a day keeps sad days away”. Ou seja, como “uma refeição pretensiosa por dia mantém os maus dias longe”. Suficientemente divertida, provocante e mais verdadeira ainda.

Seixo, Tabuaço

Os restaurantes que tem de conhecer este outono | Unibanco

Vasco Coelho Santos subiu o rio e abriu um novo restaurante na Quinta do Seixo, casa da Sandeman no Douro. E foi assim, entre vinhas centenárias, que o chef do Euskalduna Studio (ou do Semea) elaborou um menu à base de produtos locais, sazonalidade e sustentabilidade. Do menu do Seixo podemos pedir cabeça de xara ou medalhão na brasa, arroz de polvo cremoso e moira ou uma vazia mirandesa. Sempre com a interpretação original que este chef transporta para cada prato.

Lota da Esquina, Cascais

Os restaurantes que tem de conhecer este outono | Unibanco

A Lota da Esquina fica situada no histórico edifício da lota de Cascais, mesmo ao lado da baía que deu fama à vila e é o mais recente restaurante do chef Vítor Sobral. Aqui servem-se naturalmente os melhores peixes e mariscos da nossa costa, da tradicional sapateira e amêijoa (ou lingueirão) à Bulhão Pato aos ceviches (ou peixes marinados) e tártaros. Destaque ainda para as massadas e arrozes, nos pratos mais compostos, mas há de tudo um pouco, para agradar a diferentes gostos e carteiras. Há espaço, até, para os carnívoros, porque, como se lê no menu, “Nem Tudo o que Vem à Rede é Peixe”. Trata-se, de qualquer forma, da maior aposta do chef do grupo da Esquina (Tasca, Oficina, Taberna, etc.) e o espaço de dois mil metros quadrados, divididos por dois pisos, terá também zonas de bar e música para passar um serão agradável. 

https://www.instagram.com/kug.flores/

Espécie, Porto

O Espécie é um novo restaurante vegetariano na Baixa da cidade, mas mais do que conquistar esse público, tem a ambição de agradar a toda a gente. Numa altura em que há cada vez mais pessoas que, não sendo vegetarianas procuram reduzir o peso da carne e do peixe na sua alimentação, faz todo o sentido. Para tal, conta com uma ementa sobretudo de conforto, elaborada pelo chef João Pupo Lameiras, mas que representa também uma viagem pelo mundo: sopa de milho fria ou quente, bife de aipo caramelizado, pastilla marroquina de jaca verde ou um surpreendente KFC (de Korean Fried Cauliflower).  Com uma decoração vintage, com dois pisos e ainda uma esplanada nas traseiras para fugir ao calor

Por C-Studio / Cofina Media

Vítor Sobral, um chef na primeira pessoa

Vítor Sobral, um chef na primeira pessoa

Aos 55 anos é uma referência gastronómica e um dos nossos cozinheiros mais famosos, mas o seu segredo é muito simples: “fazer com que as pessoas comam bem”