Automóveis 2022: as melhores novidades do ano Automóveis 2022: as melhores novidades do ano

Automóveis 2022: as melhores novidades do ano

2022 promete ser um ano em grande para os automóveis, com novidades para todos os gostos, do pequeno Citröen Ami ao primeiro SUV da Ferrari.


Publicado em 28-Dez-2021

Mon “Ami” Citröen

A Citröen acaba de apresentar um carro que não é, definitivamente, como os outros – mas provavelmente vamos ver muitos mais no futuro. Um pequeno citadino (ocupa mais ou menos metade de um espaço de estacionamento) de dois lugares, 100% elétrico e realmente mais barato, disponível a partir dos 7350 euros. Tecnicamente, nem chega a ser um “automóvel”, antes um quadriciclo, e isso significa que pode ser conduzido com carta B1, a partir dos 16 anos, mas por outro lado não pode andar em autoestradas e outras vias rápidas.

Tem uma velocidade máxima limitada aos 45 km/h e uma autonomia anunciada de 75 quilómetros, o que é mais do que suficiente para a maioria das deslocações urbanas. Para mais sabendo que bastam apenas 3 horas numa tomada convencional para carregar as baterias em 100%.

O interior do Ami é espaçoso, mas fora uns apontamentos de cor é especialmente espartano, sem as comodidades básicas a que já nos habituámos, como vidros elétricos, sistema de som (para ouvir música é melhor levar uma coluna Bluetooth) ou ar condicionado. O preço condicionou obviamente a maioria destas opções, mas o mais estranho será provavelmente as duas portas não abrirem de forma sincronizada: enquanto uma abre para a frente a outra abre para trás! Isto porque o molde da porta é exatamente igual, logo tem de ser montado ao contrário).   

Entretanto, a Citröen apresentou já um Citroën My Ami Buggy Concept, com um look e competências mais desportivas para pequenos passeios fora do circuito. Definitivamente uma grande novidade, num pequeno tamanho

Volvo XC60 versão 2022

O Volvo XC60 é um dos SUV mais populares em Portugal, e por isso muitos vão gostar de saber que vai ganhar uma nova versão este ano, que já contará com a mais recente plataforma de sensores de assistência à condução da marca sueca (e que aumentam ainda mais a segurança do veículo).  O interior será ainda mais cómodo, luxuoso e amigo do ambiente, com uma nova gama de tecidos e peles vegan, e será mais inteligente, integrando o novo Android Auto ao sistema de infotainment − que contará também com novas colunas B&W. Um prazer para os ouvidos.

BMW i4, o primeiro do género

Com este coupé de quatro portas e zero emissões, a BMW apresenta o seu primeiro 100% elétrico realmente divertido de conduzir…para as massas. Pelo menos para as massas com massa para adquirir o i4, mas pelo preço de um Série 5 de base é definitivamente mais barato do que as outras propostas desportivas da marca de Munique.

O BMW i4 chega já com uma respeitável autonomia 590 km e 340 cv (250 kW) de potência, e promete uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 5,7 segundos (na versão M50, 0 aos 100 km/h em apenas 3,9 segundos), mas oferece também um interior com muito requinte, sem aqueles looks futuristas, e mesmo inaugurando um novo ecrã curvo e o sistema de infoentretenimento iDrive 8 (com Apple CarPlay e Android Auto). Lá fora a velocidade está limitada aos 190 km/h, mas até lá chegar é um prazer de conduzir.

Mercedes-Benz EQB

É o segundo veículo totalmente elétrico da marca da estrela no segmento dos SUV compactos, e vem com uma autonomia até 423 km (ciclo WLTP), o que já permite uma utilização praticamente sem constrangimentos. Numa estação de carga rápida, a bateria de alta tensão é carregada de 10 a 80% em cerca de 32 minutos, o que também ajuda. Além da condução livre de emissões, o EQB apresenta ainda um excelente nível de equipamento de série, incluindo o sistema multimédia MBUX, com os seus grandes ecrãs centrais, faróis LED de alto desempenho, câmara de marcha atrás ou o portão traseiro Easy-Pack. E permite transportar até sete pessoas.

Opel Astra Sports Tourer

A Opel vai lançar uma versão carrinha do novíssimo Astra, um segmento – pequenos familiares − em que a marca tem dado cartas ao longo dos anos.  A Sports Tourer virá com vários motores: gasolina, diesel (entre os 110 e os 130 cv) e plug-in hybrid (180 cv e 225 cv); e chega também recheada com o último grito em tecnologia Opel, especialmente no que toca à conectividade. É disso exemplo o Pure Panel, um painel frontal com dois ecrãs de 10’’ dispostos lado a lado (um para os instrumentos, outra para o entretenimento), e que confere ao habitáculo um aspeto mais clean.

Alfa Romeo Tonale

A Alfa já tinha anunciado que ia apresentar um novo SUV em 2022, mas esperou pelo vídeo de Natal para revelar, pela primeira vez, um pequeno vislumbre do mesmo: “O melhor ainda está para vir…” anunciam.

O vídeo é propositadamente parco em detalhes, mas percebe-se que não será muito diferente nem do concept apresentado em Genebra, em 2019, nem do próprio irmão mais velho, o Stelvio – que o Tonale complementa num segmento abaixo. Sem muitas certezas, sabe-se também que terá diferentes motorizações, incluindo diesel, gasolina e híbridas (uma delas em estreia absoluta), além de uma versão totalmente elétrica: “… e é elétrico” lê-se no seguimento daquela primeira frase.  

Ferrari Purosangue

No que toca a SUV de charme italiano, o destaque vai obviamente para o primeiro SUV de Maranello. A Ferrari não podia continuar de fora de um segmento que já contava com Bentley, Rolls Royce, Aston Martin, Lamborghini e Maserati, mas, claro, sendo um Ferrari a marca prefere chamar-lhe de FUV ou Ferrari Utility Vehicule. Só para ser diferente. Será também o primeiro modelo do emblema com o Cavallino Rampante a contar com uma suspensão adaptativa, para elevar um pouco mais a altura ao solo e permitir algumas capacidades TT – embora não se espere demasiado neste campo, até porque se apresenta como o SUV com o perfil mais baixo de todos. A ênfase, portanto, continuam a ser as prestações em estrada, não fora dela. Patra já ainda não existem imagens nem vídeos oficiais, e o pouco que se conhece do do aspeto do Purosangue é apanhado em vídeos como este:

Quanto às motorizações, podemos esperar um V12 a gasolina no topo da oferta do Purosangue, sendo que mais comuns serão as soluções híbridas, com V6 e V8 eletrificados. Num fundo, mais um Ferrari ligado à corrente!

Por C-Studio / Cofina Media