Vamos ao teatro, no Dia Mundial do Teatro Vamos ao teatro, no Dia Mundial do Teatro

Vamos ao teatro, no Dia Mundial do Teatro

min de leitura

Este domingo comemora-se o Dia Mundial do Teatro, e não há melhor forma de celebrar do que assistindo a um dos bons espetáculos que sobem aos palcos deste país.


Publicado em 25-Mar-2022

O Dia Mundial do Teatro, que se celebra este domingo, dia 27 de março, é uma oportunidade para celebrar não apenas o teatro, e a sua importância, mas também o público, que enche salas e dá vida ao espetáculo. O primeiro não faz sentido sem o outro e por todo o país celebra-se esta ligação. Não falte à chamada!

Em Castro Marim, as famílias estão convidadas a assistir à divertida peça As Viagens de Gulliver com Escala em Portugal, no Auditório da Biblioteca Municipal. Trata-se de uma adaptação do livro de Luísa Ducla Soares, que por sua vez “rescreve” o clássico de Jonathan Swift com uma estadia na Lisboa do século XVIII.

Vamos ao teatro, no Dia Mundial do Teatro | Unibanco

A peça é da Companhia de Teatro infantil ATRAPALHARTE e as entradas são gratuitas, embora seja necessária uma inscrição obrigatória, que pode fazer neste link ou através do telefone +351 281 531 171.

Já em Faro, é Maria Madalena quem recebe os visitantes no Teatro das Figuras. Numa noite apenas, e numa peça sobre essa figura maior e mais controversa da Bíblia, cuja história é aqui trazida por um elenco totalmente feminino e sob a direção de Sara de Castro. Uma peça mais adulta.

Vamos ao teatro, no Dia Mundial do Teatro | Unibanco

No D Maria II, a programação, ou a celebração, estende-se por todo o fim de semana, com diversos espetáculos de entrada livre (os bilhetes podem ser levantados no próprio dia da peça). Destaque, desde já, para a peça Os Lusíadas Como Nunca os Ouviu, com o ator António Fonseca, que revisita todos os cantos desta obra para sempre consagrada no panteão literário português.

Vamos ao teatro, no Dia Mundial do Teatro | Unibanco

Como lembrança de como a pandemia ainda perturba as nossas vidas, a peça Esta é a Minha História de Amor, que tinha entrada grátis no domingo, teve de ser cancelada devido a casos de covid no elenco. De qualquer forma, quem pretender assistir a este espetáculo de teatro documental, no qual pessoas reais contam as suas histórias de vida de luta contra o fascismo e o colonialismo português, pode ainda fazê-lo, já que estará em cena até ao dia 10 de abril.

Em Coimbra, o dia especial serve também para descobrir um pouco a idade e a Europa. É esse o mote de Mappa Mutandi, que sobe à cena no Convento de São Francisco e vai percorrer histórias e experiências, algumas reais outras ficcionadas, de europeus na cidade.

Vamos ao teatro, no Dia Mundial do Teatro | Unibanco

Um percurso em diferentes contextos culturais e períodos históricos. Trata-se de um projeto da Associação Cultural Tarrafo.

Já a histórica companhia portuense Seiva Trupe guardou uma dupla novidade para este Dia Mundial do Teatro. Em primeiro lugar terem, finalmente, encontrado uma residência permanente onde exibir a sua arte. Trata-se da Sala Estúdio Perpétuo onde, logo nesse dia, estreiam a peça Três Mulheres em Torno de um Piano, com texto e encenação de Jorge Castro Guedes, e as  intérpretes Sandra Salomé, Kátia Guedes e Teresa Fonseca e Costa.

Vamos ao teatro, no Dia Mundial do Teatro | Unibanco

Três Mulheres em Torno de um Piano fica em cena até 11 de Abril e os bilhetes podem ser adquiridos aqui.

No Teatro Nacional São João, o dia é celebrado também com um olhar posto no drama que se desenrola lá longe, na Ucrânia. Assim, em lugar de vistas abertas ou gratuitas, as sessões serão pagas e todas as receitas revertem para ajudar aquele povo martirizado. Montou ainda um “palco livre” no qual os artistas daquele país podem mostrar a sua arte. De resto, teremos uma feira do livro dedicada às artes cénicas, visitas guiadas ao interior do teatro, e a peça Floresta de Enganos, um clássico de Gil Vicente, desta feita com encenação de João Pedro Vaz. 

Vamos ao teatro, no Dia Mundial do Teatro | Unibanco

Como vimos, muitas das peças em palco são gratuitas, para cativar mais público, mas outras são pagas, por uma boa causa. Nestes casos pode contar com os Cartões Unibanco, que ainda lhe permitem receber dinheiro de volta com a oferta de cashback.

Por C-Studio / Cofina Media

Joana Limão: “Trabalho para ser feliz”

Joana Limão: “Trabalho para ser feliz”

A vida de Joana Limão não dava um filme, ainda é muito nova para isso. Mas tem tantos ingredientes (otimismo, alegria, boa comida…) que merece ser conhecida.
Ouvir