Os 20 melhores bolos-reis e rainha de Portugal Os 20 melhores bolos-reis e rainha de Portugal

Os 20 melhores bolos-reis e rainha de Portugal

Os 20 melhores bolos-reis e rainha de Portugal

O que seria do Natal sem um bolo-rei ou bolo-rainha à mesa? De norte a sul do país, venha descobrir os melhores.


Publicado em 21-Dez-2020

Encontrar o melhor bolo-rei (ou bolo-rainha para quem não gosta de fruta cristalizada), é como descobrir o Rei dos Caracóis. Cada bairro tem o seu, cada boca sua sentença e não há uma forma de tomar uma decisão definitiva. O certo, certo, é que não pode faltar à mesa de Natal e que, de norte a sul do país, não faltam felizmente lugares que os sabem confecionar mesmo muito bem. Com uma massa suave, fofa e saborosa, na dose certa de frutos secos ou na melhor combinação entre fruta cristalizada e frutos secos. Venha então descobrir os reis do bolo-rei.

Comecemos lá por cima e mais a norte, em Ponte de Lima, a Confeitaria Lopes é uma morada incontornável. Com a vantagem de que ainda pode acrescentar um panetone, o bolo-rei italiano, à sua lista. É outra das especialidades.

Em Braga, no coração da cidade dos arcebispos, a Ferreira Capa é uma daquelas pastelarias tradicionais que representam bem a alma da terra, mas que também gostam de inovar. É o caso, pois além do bolo tradicional também oferecem sabores inesperados como a alfarroba (na imagem).

Os 20 melhores bolos-reis e rainha de Portugal | Unibanco

Na Invicta, não faltam obviamente espaços para comprar os melhores bolos, mas selecionámos três confeitarias: a Confeitaria Tavi, na Foz, que até faz entregas a nível nacional. A Confeitaria Nova Real, onde o bolo-rei é tão popular que o confecionam o ano inteiro (e por esta altura ainda pode escolher com chila ou chocolate). A Confeitaria Petúlia, outro dos espaços mais badalados que passou a fazer entregas ao domicílio – só para evitar as filas gigantes que se criavam à porta.

Um pouco mais abaixo, em Aveiro, é a Pastelaria Flor de Aveiro que devemos registar. Um belo sítio para comprar bolos-rainhas, bolos-reis e todo o tipo de doces de ovos que fazem a fama desta cidade. Já a Docealhada, na Mealhada, é mais uma pastelaria familiar onde mulher e marido deitam mãos à massa. Aceita encomendas de todo o país e para além dos reis e rainhas também deve experimentar as rodilhas de chocolate, coco, chocolate e coco, ou canela.

Mais para o interior, em Tortosendo, perto da Covilhã, é para a Padaria Dias que todos os caminhos apontam. Os seus pães e bolos já ganharam vários prémios de pastelaria e panificação e nada como encomendar para perceber o porquê. Em Coimbra, a Pastelaria Briosa é uma paragem obrigatória. Deve ainda provar os suspiros, as arrufadas de Coimbra ou os pastéis de Santa Clara. Fundada em 1955 e no coração da Baixa da cidade, vende para todo o país. Já na Benedita, a Confeitaria A Lenda é mesmo uma lenda. Só que bem real. Não entregam, mas fazem takeaway. Tal como a Pastelaria Batalha em Mafra. O parrameiro é um ex-líbris da casa, mas os bolos de Natal, confecionados com os melhores ingredientes, também são uma delícia.

Os 20 melhores bolos-reis e rainha de Portugal | Unibanco

E assim chegamos a Lisboa, a capital do rei(no). Entre as muitas e famosas pastelarias destacamos naturalmente a Confeitaria Nacional, que é “só” a responsável por trazer o bolo-rei para Portugal, em 1870. A receita continua secretíssima, e este ano pode chegar via Glovo, numa bonita lata clássica. Daquelas para guardar.  Depois temos a Pastelaria Garrett, no Estoril, que muitos juram ser a casa do melhor de todos. A Pastelaria Versailles, quase tão bonita como os seus bolos são deliciosos. Agora a fazer entregas também via No Menu e Uber Eats. A Pastelaria O Careca, no Restelo. Além do bolo-rei, aproveite para trazer os croissants e palmiers que fazem a fama da casa no resto do ano. Talvez menos famosa, a Padaria Trigo Doce ganhou, ainda assim, a medalha de ouro para o bolo-rei e a medalha de prata para o bolo-rainha no Concurso Nacional de Bolo-rei Tradicional 2020.

Saindo de Lisboa e seguindo para o Alentejo, paramos na Pastelaria Violeta, em Évora. Um lugar cheio de história e com uma confeção incrível. Especializado na doçaria conventual e no bolo-rei. Mais a baixo, em Beja, as honras ficam por conta do incontornável Luiz da Rocha, há 126 anos a marcar o ritmo da cidade. Especialmente no Natal.

Os 20 melhores bolos-reis e rainha de Portugal | Unibanco

Last but not least, chegamos à Quinta dos Avós, em Algoz, no Algarve. Doces algarvios, conventuais e natalícios para encomendar e encher a mesa de Natal de guloseimas.

Por C-Studio / Cofina Media