Os 12 filmes que não vimos em 2020 mas vamos ver em 2021 Os 12 filmes que não vimos em 2020 mas vamos ver em 2021

Os 12 filmes que não vimos em 2020 mas vamos ver em 2021

Os 12 filmes que não vimos em 2020 mas vamos ver em 2021

A pandemia fez com muitos dos filmes mais antecipados de 2020 nunca chegasse às salas de cinema. A boa notícia é que já não estão na prateleira, mas prestes a estrear.


Publicado em 12-Jan-2021

Salas de cinema fechadas ou vazias, produções suspensas e estreias adiadas. O ano de 2020 foi horribilis para a indústria cinematográfica, mas em 2021 promete ser muito melhor. Afinal, todas esses filmes estão previstos para uma sala de cinema perto de si, muto em breve ou espalhados ao longo do ano, que fica assim recheado de novidades, grandes filmes e muitos blockbusters .

No Time To Die 

Daniel Craig regressa para uma última aparição como Bond, James Bond. Mas, surpresa, surpresa, já não como 007. Em Sem Tempo para Morrer, Bond regressa da reforma e o seu nome de código está ocupado por outro agente, ou melhor, outra agente (Lashana Lynch). Leu bem, 007 será uma mulher. Mais surpresas com Ramy (Freddie Mercury) Maleck no papel de vilão, Léa Seydoux e Ana de Armas, para um toque mais latino. Um Bond a não perder. Estreia a 1 de Abril

Nomadland

Dirigido (e adaptado) por Chloé Zhao, promissora realizadora chinesa, Nomadland é um seríssimo candidato aos Oscares (e que já ganhou o Leão de Ouro em Veneza). Aqui todos os olhos estão postos em Frances McDormand no papel de Fern, uma mulher de meia idade que perde tudo na recessão e decide então rumar ao Oeste, vivendo numa caravana de terra em terra, tale qual como uma nómada dos tempos modernos. Um filme extremamente belo! Estreia a 18 março.

Os Eternos

Também dirigido por Chloé Zhao, mas desta vez no outro extremo do espectro cinematográfico: mais uma parceria entre a Marvel e a Disney para nos trazerem um filme de ação e super-heróis. O elenco nem é menos super, com estrelas como Angelina Jolie, Salma Hayek, Richard Madden ou Kit Harington. Mas quem são estes Eternos, perguntam os mais distraídos? Pois bem, são uma raça de aliens imortais, criada pelos Celestials, que vivem na terra há mais de 7000 anos para proteger a humanidade dos terríveis Deviants. Agora já todos sabemos. Estreia a 21 de novembro.

The French Dispatch

Esteve para sair em julho passado e agora tem data prevista para o mês de maio nos EUA. Uma comédia ao jeito de Wes Andersson (Grande Hotel Budapeste) sobre um grupo de jornalistas numa cidade francesa inventada e um elenco de luxo onde estão “só” oito vencedores de Óscar (Frances McDormand, Tilda Swinton, Benicio Del Toro, Christoph Waltz, Adrien Brody, Anjelica Huston, Kate Winslet e Fisher Stevens) e mais oito nomeados à estatueta (Timothée Chalamet, Saoirse Ronan, Bill Murray, Willem Dafoe, Edward Norton, Wes Anderson, Bob Balaban e Owen Wilson). Ainda sem data de estreia marcada.

The King’s Man

No início do século passado os Kingsman eram a agência de espionagem encarregue de salvar o mundo dos piores vilões – e faziam-no cheios de estilo e cavalheirismo. Verdadeiros gentlemen. Este The King’s Man funciona como uma prequela que retrata a criação da agência e é mais um blockbuster de espionagem para Ralph Fiennes (M em Bond) este ano. Gemma Arterton, Djimon Hounsou ou Matthew Goode completam o elenco. Estreia dia 11 março.

Cruella

Cruella de Vil é agora uma designer de moda em Londres, nos anos 1970, e vive (naturalmente) obcecada por criar um casaco com pele de dálmatas. Emma Stone como Cruella e Emma Thompson como Baronessa protagonizam os principais papeis (humanos) da história. Estreia dia 27 maio.

Viuva Negra

Scarlet Johanssen está de volta no papel da assassina/espiã internacional/super heroína Natasha Romanoff. Ou Viúva Negra. E desta vez terá de enfrentar uma perigosa conspiração que tudo fará para a derrotar. Pior, uma conspiração ligada ao seu passado antes de se tornar Vingadora. Florence Pugh e Rachel Weisz estão também a bordo. Estreia a 6 de maio.

West Side Story

WSS é um remake de Steven Spielberg do filme original de 1961, com Natalie Wood e Richard Beymer nos principais papéis. Este, por sua vez, adaptava o musical homônimo de 1957, de Arthur Laurents, Leonard Bernstein e Stephen Sondheim, que já era inspirado em Romeu e Julieta, de Shakespeare. O legado é forte e espera-se muita coreografia à medida que acompanhamos a paixão de Tony e Maria, dois jovens nova-iorquinos nos anos 1950 , ligados a gangues de rua rivais. Estreia a 8 de dezembro.

Dune

É tempo de regressar a Arrakis, o “Planeta Deserto”, em mais um grande remake do ano. Um filme com Zendaya e Timothée Chalamet à frente de um elenco que conta ainda com nomes como Jason Momoa, Josh Brolin, Stellan Skarsgård, Javier Bardem e Charlotte Rampling. O sucesso do filme de 1984 coloca a fasquia muito alta, mas nada que o realizador, Denis Villeneuve, não esteja já habituado, depois de sair de outro remake de culto: Blade Runner 2049. Estreia a 30 de setembro.

The Many Saints Of Newark

Podem começar a reservar bilhetes para Newark, pois trata-se da prequela de Os Sopranos, uma das mais geniais séries de TV de sempre. Agora a acção decorre numa cidade em pé de guerra, no final dos anos 1960, com violência policial e tensões raciais à mistura (qualquer paralelismo com os tempos atuais só pode ser mera coincidência), sobretudo entre as comunidades negra e italiana. É neste pano de fundo que aparece o jovem Tony, ainda a procura do seu lugar na família Soprano – e que será interpretado pelo próprio filho de James Gandolfini, o actor que imortalizou o personagem, mas viria a falecer em 2013. Estreia a 11 de março.

Top Gun: Maverick

Sentem-se nas cadeiras e coloquem os cintos de segurança, porque Tom Cruise está de regresso como piloto Top Gun, 35 anos depois do primeiro sucesso de bilheteira. E continua a quebrar convenções, agora como instrutor, provando que o fator humano ainda é essencial, mesmo numa era de computadores e de drones. Mas uma perigosa missão, e o filho de “Goose”, obrigam-no a enfrentar velhos fantasmas. Quem também está de regresso é Val Kilmer no papel de Iceman. Estreia a 8 de julho.

Caça-Fantasmas: O  Legado

Mais um filme de culto dos anos 1980 que regressa às salas de cinema. Desta vez tudo começa quando uma falida família, mãe solteira mais os dois filhos, se muda para uma pequena cidade onde o avó deixou uma decrépita casa em herança.  E depressa descobrem a ligação aos Caça-fantasmas originais. Entre o novo cast, destaque para o jovem Finn Wolfhard, que até se mascarou uma vez de caça-fantasmas em Stranger Things, mas o filme conta também com muitos membros do antigo elenco (Bill Murray, Sigourney Weaver ou Dan Aykroyd), e tem ainda a particularidade de ser realizado por Jason Reitman (Juno, Nas Nuvens), filho do realizador do filme original, Ivan Reitman. Estreia dia 10 junho.

Por C-Studio / Cofina Media