Top 5: os melhores telemóveis para comprar agora Top 5: os melhores telemóveis para comprar agora

Top 5: os melhores telemóveis para comprar agora

Smartphones há muitos, mas alguns são mais certos para o seu orçamento. Vamos descobrir os novos lançamentos de telemóveis aos quais vale mesmo a pena prestar atenção.


Publicado em 20-Out-2021

A decisão de comprar um novo smartphone é das mais difíceis de se tomar. Afinal, que outro gadget nos acompanha em todos os momentos da vida, serve para trabalhar e para a diversão, ajuda a fazer desporto e a descansar no sofá? Os telemóveis estão basicamente omnipresentes, mas não costumam ser baratos. Os melhores vão para além dos mil euros, ainda que seja perfeitamente possível encontrar aparelhos mais em conta, com potencial para agradar mesmo aos consumidores mais exigentes. Se pretender, utilize o seu cartão de crédito UNIBANCO e, para além de não ter que suportar o valor total de uma só vez, pode ainda usufruir das vantagens do cashback e do pagamento fracionado sem juros.

Assim chegamos à nossa short list de cinco telemóveis de topo, independentemente do preço.

iPhone 13

O novo iPhone é o mais rápido, tira as melhores fotografias, mesmo em macro ou com pouca luz, tem o melhor ecrã, a melhor resolução, filma os melhores vídeos, oferece efeitos cinematográficos como nunca, é o mais resistente, tem a melhor bateria… e por aí fora. Em suma, “é o melhor iPhone de sempre”, como a Apple repete a cada novo modelo – mas desta vez parece que tem mesmo razão. Das 5,4 às 6,7 polegadas de ecrã, venha descobrir qual o melhor iPhone para si, a partir dos 829 euros.

TCL 20 R 5G

A TCL (Alcatel) tem vindo a conquistar o mercado português assente em dois argumentos de peso: uma tecnologia de ecrã ultrabrilhante, e um preço muito em conta. Neste 20 R juntou-lhe a velocidade do 5G por um preço inferior a 250 euros, e contra isto é muito difícil competir. Tem um ecrã de 6,52 polegadas com NXTvision, e 90Hz de Refresh Rate. Mais um processador Octacore que, garantidamente, não se vai arrastar em nenhuma tarefa. Um smartphone para ter em muita consideração nas gamas inferiores de preço.

OnePlus 9

A OnePlus é uma das novas marcas a dar cartas neste segmento, e para este modelo celebrou uma aliança com a Hasselblad, possivelmente a mais mítica marca de fotografia do mundo ocidental. Um processo semelhante ao que a Huawei tinha feito com a Leica, e a verdade é que este 9 dá um salto de gigante no domínio da fotografia, oferecendo um nível de detalhe e cores naturais como há muito não se via num telemóvel. Tem provavelmente o melhor processador do mercado (Snapdragon 888), um ecrã de sonho, e ainda oferece um adaptador ultrarrápido (65 w). O OnePlus 9 oferece muito, por isso não deixem que o preço (729 euros) afaste.

Oppo Find X3 Lite 5G

Não há muito tempo – em maio – o Oppo Find X3 Lite 5G saiu como um ótimo telemóvel para quem não queria gastar mais de 500 euros. Na altura, custava 499 euros. Mal passou meio ano e já o conseguimos encontrar à venda por 399 no próprio site da marca. Tem um Qualcomm 765, que aguenta até as aplicações mais exigentes, suporta um carregamento super-rápido (VOOC 2.0 65W), e tem um ecrã que impressiona pelas cores e brilho. Na fotografia e no vídeo destaque ainda para a hipótese de gravação dupla, ou seja, criar uma imagem dividida utilizando ao mesmo tempo as câmaras frontal e traseira O interior é riquíssimo, ainda que a escolha de matérias exteriores não transmita a sensação mais premium. Um pequeno compromisso a (não) pagar.

Samsung Z Fold

Todos os anos, por esta altura, seria normal falar dos novos Samsung Note, comparando-os até aos iPhone, já que os lançamentos eram muito próximos. Mas em 2021 a Samsung decidiu substituir o evento para apresentar os novos Galaxy Z, a linha de smartphones com ecrã dobrável – prova de que o futuro passa por aqui?
A mudança faz sentido, já que os Note sempre foram modelos virados para a produtividade, e estavam cada vez mais semelhantes aos topos de gama da família S. O Z Fold passa então a incluir uma S Pen e, quando aberto, oferece umas gloriosas 7,6 polegadas de ecrã. Muitíssimo úteis para desenvolver qualquer trabalho em mãos. Os Fold estão realmente no topo da tabela entre mais poderosos do mercado, mas também entre os mais caros, já que o preço começa nos 1859 euros. Serão ainda um mercado de nicho, mas todos sabemos como os portugueses gostam de aderir ao último grito em tecnologia.

Por C-Studio / Cofina Media