Fotografar comida como um profissional Fotografar comida como um profissional

Fotografar comida como um profissional

Fotografar comida como um profissional

Aprenda a fotografar comida para que pareça realmente apetitosa, enaltecendo os seus dotes culinários ou as suas escolhas de restaurante.


Publicado em 27-Mai-2020

1. Torne-se um estilista

Componha “o momento”. A comida que chega à mesa pode ser uma obra de arte, mas tal como uma supermodelo numa sessão, a obra pode sempre ser melhorada. Por exemplo, com uma garfada e deixando lá o garfo ou, melhor ainda, apanhando “o momento”. Um gelado a derreter ligeiramente para que fique ainda mais yummi. Junte pratos, afaste copos e, obviamente, retire todo e qualquer objeto estranho à cena: telemóveis, óculos de sol, e coisas parecidas não têm aqui lugar.

2. Foque-se na comida

Pode parecer um conselho demasiado obvio, mas vêm-se demasiadas fotografias desfocadas nas redes socias para este comentário ainda ser necessário. Aliás, se procurar nas definições de fotografia do seu telemóvel é possível que lá encontre um modo de Comida ou Gourmet que faz precisamente isso, focando-se no centro e deixando os lados ligeiramente desfocados. Use-o.

3. Use (e abuse) da luz natural

A luz natural permite reflexos e nuances na comida que nunca vai conseguir com o flash do telemóvel. Se estiver numa esplanada, escolha o ângulo para aproveitar o melhor dessas tonalidades. Em casa, leve o prato até uma janela para apanhar essa luz e num restaurante tente ficar numa mesa perto da janela. Se acontecer o contrário, ou seja, se a luz refletir demasiado no prato, procure usar algum filtro, como uma cortina ou um guardanapo branco e fino. Peça ajuda se precisar de um par de mãos extra.

Fotografar comida como um profissional | Unibanco

4. Use o telemóvel dos outros

Um jantar quer-se com a luz muito suave, isso não se discute. Infelizmente, as fotos assim não vão sair grande coisa, e as cores nunca estarão corretas. Pode sempre tentar utilizar o flash, mas vai descobrir que o resultado não será muito melhor. Mais iluminado de certeza, melhor não. Uma boa solução será usar os telemóveis dos amigos para iluminar a cena lateralmente, sem luz direta, tal e qual como um fotógrafo profissional utiliza as luzes numa sessão. Em casa pode tentar rearranjar candeeiros para iluminar melhor a cena mas, dito isto, pense bem se a foto vale mesmo todo esse trabalho, incomodar amigos e muito provavelmente os outros clientes do restaurante, ou mudar a decoração lá da casa. Ou seja, utilize esta opção com muita parcimónia, não como regra.  

5. Escolha o melhor ângulo

Nem todas as comidas ficam bem fotografadas de cima e geralmente nunca do seu ângulo de visão. Se fotografar de cima, tente descentrar a cena para um dos lados, respeitando a regra dos terços, ou vá baixando o ângulo até ficar quase lateral ao prato, para “apanhar” outras perspetivas. Experimente para ver o que funciona com cada prato e aqui também, a prática fará o mestre. 

View this post on Instagram

Today on my blog I shared this delicious grapefruit smoothie and also a little insight into a BIG personal realization I made over the past year. Grab the link in my bio to see what it is 😉 Continuing on this theme of sharing, I wanted to share a few fun facts here on IG that you may not know about me! 😋 . 🌿 I’m fairly tall at 5’9”. Growing up I was super self-conscious of my height because I was taller than all the boys in middle school 🙄 But now it’s one of my favorite things about myself. I can reach everything at the grocery store and use my mom’s shoulder as an armrest 😂😂! . 🌿 I’m a rescue mom and it’s the greatest thing I’ve ever done in my life. My dog Ivy is my entire world and I love her more than anything. We’re two peas in a pod ♥️🐶 . 🌿 I was born with an extra bone in both my feet called an accessory navicular bone. It’s like having a second ankle. It doesn’t affect how I walk, but it makes wearing my ice skates a little painful 😂 . 🌿 I got my degree in Business from UConn but I’m getting my holistic nutrition certification online. I love learning about this side of food and I would love to specialize in nutrition during pregnancy ♥️ Helping empower women to make healthy nutritional choices during this critical time inspires me! . 🌿 My favorite food is definitely chips. Potato, tortilla, veggie - I love all chips and don’t discriminate 😂 All the food I post on here is really healthy, but I also eat chips every day! Life is too short not to ♥️ . 🌿 No list about me would be complete without mentioning my amazing fiancé, Jon. He is the apple to my pie and I love him so much!! We hope to be married in 2020 ♥️♥️ . 🌿 Now it’s your turn? Tell me a fun fact about you! ♥️ . . . #wellandfull #vegansmoothie #smoothie #vegansmoothies #smoothielove #whatveganeats #vegansnack #veganrecipe #smoothielover #healthysmoothie #breakfastsmoothie #fruitsmoothie #smoothietime #smoothierecipe #whatveganseat #feedfeedvegan #vitamix #smoothierecipes #smoothieaddict #nondairy #veganvultures #vegan_veganfood #plantbasedrecipe #healthdrink #healthydrink #healthydrinks

A post shared by Sarah | Well and Full (@wellandfull) on

6. Retoque as fotos

Utilize o software que vem com o seu telemóvel ou descarregue uma app dedicada para retoques. O objetivo não será carregar demasiado nos filtros, para que a comida não fique com um ar demasiado artificial, perdendo o aspeto apetitoso, mas uma pequena correção pode realmente fazer a imagem sobressair. Por este motivo, evite usar os filtros do Instaram e escolha antes apps como o Photoshop Fix, ou a Foodie.

7. Zoom in

Não tenha medo de se aproximar realmente da comida, mesmo que seja uma lagosta com ar ameaçador, porque por vezes as melhores fotografias são as que revelam um pormenor.

8. Use uma câmara

Ficaria surpreendido com a quantidade de fotografias fantásticas de comida no Instagram que não foram tiradas com um smartphone, mas com uma câmara dedicada e depois trabalhadas em computador, passadas para o telemóvel e por fim publicadas nas redes sociais. Nós sabemos, os smartphones tiram cada vez melhores fotografias, mas se tiver uma máquina muito boa, faça a experiência.

Fotografar comida como um profissional | Unibanco

Por C-Studio / Cofina Media