Diga-o com um cartão presente Diga-o com um cartão presente

Diga-o com um cartão presente

Diga-o com um cartão presente

Por todo o mundo, cada vez mais empresas escolhem os cartões pré-pagos como presente perfeito para motivar colaboradores e clientes especiais. E estes agradecem, pois assim podem transformar a recompensa em algo de útil ou divertido, e sempre muito desejado.


Publicado em 16-Out-2020

Visualmente nada distingue um pré-pago de qualquer outro cartão de pagamentos. Os mesmos números à frente, a mesma banda magnética e código de segurança atrás e, na prática, funcionam de maneira igual, com essa pequena, gigante, diferença sugerida no nome: precisa de ter um saldo carregado para poder ser utilizado e não é passível de ser utilizado para além desse limite pré-estabelecido.

Isto representa uma enorme vantagem e uma segurança acrescida para as empresas que os oferecem, mas também para quem recebe, pois ao contrário de outros brindes ou benefícios, este valor pode ser utilizado em qualquer estabelecimento comercial da rede VISA nacional, não estando sujeito a quaisquer “taxas ou taxinhas”. A menos que decida resgatar esse dinheiro para uma conta à ordem, mas fora isso está 100% disponível para ser transformado no presente mais desejado, gasto numa única compra ou em várias ao longo de um ano. É esta soma de vantagens que leva cada vez mais empresas a procurar os nossos cartões presente.

Especialmente agora, que estamos a entrar na época natalícia e já todos sabemos como os tradicionais cabazes e brindes estão sobrevalorizados. Vivemos numa era de escolhas múltiplas e é fundamental permitir aos clientes ou colaboradores especiais a possibilidade de escolher o que realmente valorizam.

Diga-o com um cartão presente | Unibanco

No UNIBANCO pode encontrar o cartão Shopping Lovers, em parceria com a Multi Portugal, que pode ser utilizado como meio de pagamento em Portugal em mais de 50.000 lojas aderentes à rede VISA. Existe ainda o cartão Alegria, em parceria com a Fundação do Gil, que conta com um cariz solidário, já que o custo de aquisição do cartão (2 euros)  reverte na totalidade para a obras da fundação. Para além disso, o valor do donativo representa 140% para efeitos fiscais.

Em qualquer um dos casos, pode encomendar o seu cartão carregado com um mínimo de 10 euros e um máximo de 2500 euros, de acordo com as suas necessidades especificas.

Se ainda não está convencido, lembre-se que ao longo do ano terá muitos mais motivos para usar um cartão presente, e outras natalidades para festejar. Por exemplo, porque não instituir uma oferta aos colaboradores no dia do seu aniversário ou quando têm filhos? Ou talvez sinta antes que a sua equipa comercial necessita de uma motivação extra para melhorar os resultados? Ou criar uma ação de charme junto dos seus clientes? Ou até mesmo utilizar este produto como atrativo para conquistar novos clientes? Não vai encontrar forma mais descomplicada para o fazer, pois nem sequer necessita de abrir uma conta, mas a mensagem consegue ser muito poderosa.

Por C-Studio / Cofina Media