Como passar um fim-de-semana em grande, com um orçamento em pequeno Como passar um fim-de-semana em grande, com um orçamento em pequeno

Como passar um fim-de-semana em grande, com um orçamento em pequeno

Vamos descobrir como passar os nossos fins-de-semana fora sem gastar muito dinheiro. Não é necessariamente fácil, mas está longe de ser impossível.


Publicado em 20-Mai-2021

Assim por alto, 99,9% dos portugueses está com vontade de ir para algum lado. Fora de casa, longe do trabalho, distante da rotina. É certo que as férias estão mesmo aí ao virar da esquina, mas ainda tardam, e há que aproveitar todos os fins-de-semana até chegarem – especialmente os feriados nas duas quintas-feiras de junho (ou três, para quem comemora o São João), que estão provavelmente assinalados com uma bola grossa no calendário.

Vontade não falta, e tempo provavelmente também não, infelizmente o que nem sempre sobra é o dinheiro disponível para fazer estas experiências. Foi por isso que compilámos este conjunto de dicas, para tirar o máximo partido dos recursos disponíveis. Vamos ver:

Vá para fora cá dentro, literalmente

Um looongo dia passado fora de casa pode fazer maravilhas pela sanidade mental. Quase tanto como sair de casa um fim-de-semana inteiro, e com a vantagem de se poupar o dinheiro do alojamento. Escolha um local relativamente perto de casa, para não passar boa parte do dia em viagem, e organize um passeio em família e amigos. A pé, de bicicleta, em passadiços, junto da natureza, perto de serras, pela floresta ou até na praia. Prepare um piquenique cheio de coisas boas para retemperar forças a meio do dia e regresse pela noitinha – cansado, mas feliz.

Como passar um fim-de-semana em grande, com um orçamento em pequeno | Unibanco

Turista urbano

Outra boa solução será fazer turismo na própria cidade. Pense na quantidade de zonas que mal conhece, nos museus ou monumentos que nunca visitou e sobre os quais os turistas dizem maravilhas. Parta à descoberta, não com os olhos de um local mas de um visitante e, lembre-se, o número de horas passadas fora de casa são essenciais para garantir essa sensação, de quem esteve longe. Ou seja, não vale regressar ao lar para fazer as refeições, é tempo, sim, de conhecer restaurantes diferentes. Aproveite, já que fala a mesma língua dos locais, para perguntar ali no bairro quais os melhores sítios para comer bem e barato.

Hotéis low cost

Não é só nos ares que existem opções low cost. As principais cidades do país (e da Europa, para quem se quiser aventurar ainda mais longe) estão cheias de hostels, residenciais e demais hotéis baratos que cortam nos luxos e amenities, mas não necessariamente na higiene, ou na localização – muitos ficam superiormente localizados no centro. Com uma pequena pesquisa online consegue pernoitar com pouco dinheiro numa das nossas cidades e, assim, já pode ficar mesmo fora do seu ambiente.

Camping ou Glamping

Fazer campismo pode ser uma atividade bem divertida para realizar em família – e económica também. Nem precisa de comprar tendas.  Melhor ainda, pode optar por fazer Glamping, a versão de luxo e glamour (daí o nome) do campismo tradicional. Apesar de ser um conceito recente, não faltam espaços de norte a sul de Portugal a oferecerem a modalidade. Repare nestes exemplos:

Como passar um fim-de-semana em grande, com um orçamento em pequeno | Unibanco

Glamping Sintra

Como passar um fim-de-semana em grande, com um orçamento em pequeno | Unibanco

Reserva Alecrim EcoSuite & Glamping, em Santiago do Cacém

Como passar um fim-de-semana em grande, com um orçamento em pequeno | Unibanco

Selina Gerês

Aproveite preços last minute

Parece um contrassenso – normalmente a recomendação é para fazer a marcação antecipadamente – mas por vezes é mesmo à última hora que se conseguem os melhores descontos. Por exemplo, hotéis que preferem vender a noite mais barata, em lugar de ter os quartos vazios. Não será uma opção válida para as férias, mas no caso de um fim-de-semana faz todo sentido, até porque se não encontrar nada pode sempre regressar às opções um e dois destas dicas. Visite sites como o Hotels.com e prepare-se para fazer as malas no momento.

Planeie os dias à medida dos filhos

Ou melhor, planeie os dias também à medida das crianças. Já sabe que não vale a pena fazer grandes planos, nem preparativos, sem incluir momentos específicos de lazer para todos – até porque os mais novos têm geralmente formas muito ruidosas de demonstrar quando as suas vontades não são respeitadas. Assim, para não estragar o dia com discussões estéreis nem gastar mais dinheiro à última hora para fazer certas vontades, planeie atividades que agradem a gregos e troianos – nem que seja à vez. Afinal, queremos fugir da confusão, não a levar connosco.

Conte com o UNIBANCO

Reserve as suas próximas férias com o cartão de crédito UNIBANCO e tire partido de todas as nossas vantagens. Divida o pagamento das suas compras em 3x, sem juros, para valores iguais ou superiores a 300€, caso pague os fracionamentos na totalidade. Saiba mais aqui!

Por C-Studio / Cofina Media