Dia das Bruxas: como festejar o Halloween em tempo de Covid Dia das Bruxas: como festejar o Halloween em tempo de Covid

Dia das Bruxas: como festejar o Halloween em tempo de Covid

Dia das Bruxas: como festejar o Halloween em tempo de Covid

Com uma lua cheia no céu e as coisas tão assombradas cá em baixo, o Halloween deste ano precisa de ser bem celebrado.


Publicado em 29-Out-2020

Está a chegar a noite mais assustadoramente divertida do ano, onde todas as partidas são válidas. Todas, menos uma, sobretudo para quem tem crianças. Nesse caso não lhes pode mesmo pregar esta partida de não ter organizado uma festa para celebrar a noite das Bruxas, que ocupa já um lugar muito especial no imaginário dos mais novos. Assim, o que vai fazer na noite de 31? Véspera de finados, quando bruxas e fantasmas andam por aí à solta?

Andar a bater à porta dos vizinhos não será provavelmente a atividade mais popular este ano, sobretudo se vive numa zona sem essa tradição. Nesse caso uma piñata de Halloween pode bem ser a solução ideal para compensar todos aqueles doces perdidos. Junta travessura e doces na mesma atividade, pelo que a diversão está assegurada, especialmente se proteger os bibelots e o ecrã da televisão. Pode ver algumas opções de piñatas aqui ou aqui.

Convém obviamente escolher uma alusiva ao tema, mas também pode fazer uma DIY, como no vídeo em cima. A outra opção será inspirar-se na Páscoa e organizar uma caça aos doces.

Halloween ao relento, para diminuir o risco

Não nos podemos esquecer de que esta noite é abençoada com uma lua cheia. Melhor ainda, a segunda lua cheia do mês, um fenómeno que ocorre a cada dois ou três anos, e só voltará a coincidir com esta data daqui por 20. Por isso é de aproveitar ao máximo a Blue Moon, como lhe chamam os americanos, até porque as previsões meteorológicas não apontam nem para chuva nem para grande frio nas principais cidades do país. Assim, que tal uma bela caminhada por Monsanto? Na penumbra da noite e pela floresta, para ser mais assustador, e com a imaginação ao alto no que toca à indumentária apropriada para esta caminhada.

Dia das Bruxas: como festejar o Halloween em tempo de Covid | Unibanco

O percurso terá inicio na entrada do Palácio da Ajuda, e percorre diversos trilhos, incluindo alguns dos melhores miradouros da zona, para ter uma bela perspetiva da cidade e, quem sabe, ver alguma bruxa cruzar a lua na sua vassoura. A organização está a cabo da Caminhando.

Vamos decorar a casa

É uma das mais divertidas atividades de Halloween, e sem duvida uma das mais apreciadas por todas as idades. Teias de aranha nas portas, morcegos pendurados no teto, esqueletos sentados no sofá, túmulos à entrada, velas por todo o lado e as imprescindíveis abóboras. A imaginação é o limite e não falta, por esse mundo fora, quem leve a coisa muito a sério.

Dia das Bruxas: como festejar o Halloween em tempo de Covid | Unibanco

Tanto no Toys’R’us, como na Flying Tiger e mais algumas lojas online (aqui e aqui, por exemplo) oferecem muito por onde escolher. Já para fazer a tradicional abóbora de Halloween –  sim, é mesmo obrigatório fazer uma abóbora – veja este vídeo de um especialista. Afinal, parece fácil.

Ler uma história de horror para soltar a imaginação

Uma excelente forma de passar um Halloween diferente, em casa, será com uma boa história de horror na mão.. Existem vários filmes de terror ótimos, e alguns feitos propositadamente para o Halloween, mas a nossa sugestão é mais antiga, com um bom livro para ler em conjunto. Será difícil encontrar um exemplar melhor do que este: Histórias Extraordinárias, de Edgar Allan Poe, uma coletânea de contos publicados entre os anos de 1833 e 1845. Todos eles clássicos, para quem gosta de contos de horror e mistério. Ainda assim, arriscamos também estas alternativas:

Dia das Bruxas: como festejar o Halloween em tempo de Covid | Unibanco

A Noite das Bruxas, de Agatha Christie, uma obra mais madura escrita pela rainha do crime. Uma das suas últimas obras.
The Shining, de Stephen King. Toda a gente viu o filme com Jack Nicholson, mas será que leram o livro? Perfeito para criar uma atmosfera de terror tão adequada a esta noite.
 O Caminho dos Sustos, de Chris Mould. Para lá raquíticos portões do n.º 76 de O Caminho dos Sustos fica a mansão dos Túmulos – uma casa assombrada em três dimensões, com uma história arrepiante, personagens terríveis e dez quartos aterradores!  Uma bela história de “terror” para os mais pequenos.

Proteja-se

Se ficar em casa, com amigos ou família, selecione um grupo muito restrito. Um que sabia seguir as recomendações da DGS. Mantenha as divisões o mais ventiladas possível e, se estiver a oferecer doces, lave muito bem as mãos antes de o fazer, e não abra a porta sem estar de máscara. Procure sempre manter o distanciamento social, porque juntos somos poucos para derrotar esta pandemia.

Dia das Bruxas: como festejar o Halloween em tempo de Covid | Unibanco

Por C-Studio / Cofina Media