10 vinhos para o Natal e Ano Novo 10 vinhos para o Natal e Ano Novo

10 vinhos para o Natal e Ano Novo

10 vinhos para o Natal e Ano Novo

Para companhia dos comeres das festas tradicionais de dezembro, selecionei 10 vinhos, com sugestões acessíveis a todos. Feliz Natal e um ano cheio de bons momentos para todos!


Publicado em 20-Dez-2019 por José Miguel Dentinho, jornalista

Nos meus Natais nunca falta Bacalhau cozido com todos na véspera e Roupa velha no dia seguinte. Também nozes, pinhões, amêndoas torradas e fatias douradas, coscorões e outras coisas doces tradicionais irresistíveis, só permitidas porque as “Festas” são dias de convívio em família e de felicidade para os sentidos. Há quem coma polvo e cabrito assados, borrego guisado ou assado no forno, carne de porco com ameijoas, e por aí adiante. Mas é o Peru Assado no forno que mais simboliza o Natal e Ano Novo. Para mim, guardo-o para o primeiro dia do ano, já que, na véspera, o repasto pode incluir camarão cozido comprado fresco na praça, Ameijoas à Bolhão Pato, sapateira, algumas fatias de salmão fumado e de presunto de porco ibérico ou bísaro. Com a companhia de queijo e de um bom espumante, que nunca podem faltar na minha mesa, e de pão alentejano, algarvio ou de Anteporta, tenho tudo para começar bem o ano. Pelo menos eu, que gosto mais de petiscar e conviver do que de comer. 

Para companhia dos comeres das festas tradicionais de dezembro, selecionei 10 vinhos, com sugestões acessíveis a todos. Feliz Natal e um ano cheio de bons momentos para todos!

Espumante Raposeira Reserva Bruto

De aspeto cristalino e bolha final persistente, é um espumante bruto da região de Távora Varosa, no interior de Portugal, e pode ser encontrado em todas as prateleiras do país. O seu aroma citrino e a boca equilibrada e fresca, fazem dele um bom companheiro para todos os momentos da refeição e não só para o brinde de Ano Novo.

10 vinhos para o Natal e Ano Novo | Unibanco

João Clara Branco 2018

Este vinho algarvio, de cor pálida, mostra um aroma elegante a fruta, com leves notas de flores. Na boca é fino e fresco, com algumas notas minerais e frutadas no final. Um branco que será boa companhia, tanto para o bacalhau cozido de natal como para os mariscos da passagem do ano.

10 vinhos para o Natal e Ano Novo | Unibanco

Quinta da Mimosa tinto 2016

Vinho produzido pela Casa Ermelinda Freitas, em terras de areia da Península de Setúbal, com uvas da casta que melhor se dá naquela região, O Castelão. É rico em taninos, muito complexo, com aromas a lembrar frutos vermelhos maduros bem conjugados com a madeira, que lhe dá um toque a baunilha e especiaria. Um vinho para a carne, que se conjugará bem com o borrego ou cabrito assados no forno.

10 vinhos para o Natal e Ano Novo | Unibanco

Casa da Ínsua Reserva Tinto 2014

A Casa da Ínsua é um antigo solar barroco, que pertencia à família do fidalgo da Casa Real, Luís de Albuquerque, governador e capitão-general de Cuibá e Mato Grosso, no Brasil, no século XVIII. Este tinto do Dão tem origem nas suas vinhas e ganhará ainda mais virtudes com o tempo, pois tem grande capacidade de envelhecimento. É um vinho para a carne, que deve ser decantado antes de ser servido, a 18ºC no copo. 

10 vinhos para o Natal e Ano Novo | Unibanco

Espumante Marquês de Marialva 2015 Bical e Arinto Bruto Reserva

Produzido com uvas das castas Bical e Arinto, é também um espumante de bolha fina que se sente, na boca, na sua mousse crocante. O final deste bairradino é longo e persistente, com algum fruto seco e ligeira tosta. Servido entre os 6 e os 8ºC, é certamente um bom parceiro para o peru natalício. Mas também de outras companhias.

10 vinhos para o Natal e Ano Novo | Unibanco

CT Grande Escolha Loureiro 2018

O solar da Casa da Tapada foi erguido pelo poeta e humanista Francisco de Sá de Miranda no século 15. É um espaço murado com 24 hectares, ocupado por 12 hectares de vinha, um património edificado de charme e uma mata centenária que merece visita. Entre os vinhos que produz, o CT Grande Escolha Loureiro é fresco e elegante, com notas florais de citrinos, fruta branca e de caroço, e alguma pedreneira. Na boca é fresco e longo, com um perfil que faz dele boa companhia para gambas ou camarões cozidos.

10 vinhos para o Natal e Ano Novo | Unibanco

Kompassus Reserva branco 2017

Feito com uvas das castas Arinto e Bical por um dos grandes médicos oftalmologistas portugueses, João Póvoas, na sua região natal, a Bairrada, é um branco que mostra aroma fino e elegante, onde se sentem notas citrinas e de fruto de caroço, alguma mineralidade e especiarias. Na boca é volumoso e longo, com ligeiro fumado final. Um grande parceiro de comida e queijo, que se pode beber agora ou durante muito mais anos. Experimente-o com o bacalhau cozido ou o polvo assado no forno, por exemplo.

10 vinhos para o Natal e Ano Novo | Unibanco

Pedra Cancela Seleção do Enólogo tinto 2016 

Mais um vinho tinto do Dão na nossa lista, região onde as vinhas se misturam com o arvoredo, que vale sempre a pena visitar. É um tinto produzido com uvas das castas Touriga Nacional, Alfrocheiro e Tinta Roriz, onde se sentem notas aromáticas discretas de fruta madura e algum chocolate da madeira. Na boca é macio, fresco e longo, pronto para a mesa na companhia de pratos de carne vermelha, como borrego ou cabrito.

10 vinhos para o Natal e Ano Novo | Unibanco

Monteirinhos Espumante Bruto Nature Rosé

A família Monteiro Albuquerque produz vinhos há mais de 100 anos. Mas a marca Monteirinhos foi apenas criada no início do segundo milénio. É a designação carinhosa com que os seus conterrâneos apelidam os seus membros mais novos. Espumante, elegante e complexo, foi produzido com base em uvas vindimadas em agosto de 2017. É fresco e cremoso na boca e, no seu aroma, salientam-se as notas de frutos vermelhos e especiarias. É bom parceiro do bacalhau da consoada, do polvo e do peru de natal, dada a sua versatilidade à mesa.  

10 vinhos para o Natal e Ano Novo | Unibanco

Pereira d’Oliveira 5 anos Meio Doce

O Vinho Madeira pode ser servido antes ou depois da refeição, à volta dos 12ºC, ou a temperatura um pouco mais baixa, para se poder usufruir dos seus sabores à medida que vai aquecendo e se vão libertando. É um vinho fortificado, onde a acidez e os açucares se conjugam com a madeira onde estagiou para proporcionar prazer. Este contém aromas de frutos secos, caramelo, nata, chá preto, e é um grande parceiro, com amêndoas torradas, dos meus finais de tarde. Experimente-o, nos tradicionais copos definidos para Vinho do Porto, com frutos secos ou coisas doces nos momentos de Natal e Ano Novo.

10 vinhos para o Natal e Ano Novo | Unibanco

Por C-Studio / Cofina Media